Assim será o novo Moto Z2 Play e, de acordo com Evan Blass, será mais fino e sacrificará autonomia

Está a aproximar-se a renovação da família Moto Z da Motorola e da Lenovo, e isso significa que estamos perante rumores e vazamentos que antecipam o que a empresa pode estar a preparar para as próximas semanas. Como sabemos, a família Moto Z foi introduzida em junho de 2016 sob uma aposta modular interessante que tinha três dispositivos.

O dispositivo mais acessível foi o Moto Z Play, um smartphone que abandonou o design fino e materiais premium dos seus dois irmãos mais velhos, mas, por sua vez, integrou uma das melhores baterias do segmento com 3510mAh, o que deu uma grande autonomia de 50 horas.

Agora, o famoso @evleaks está a dar-nos as primeiras pistas sobre as suas especificações, apresentando-nos o que parece ser a primeira imagem da imprensa, que foi publicada pela TechnoBuffalo há algumas semanas atrás, da renovação do Z Play, que será conhecido como Moto Z2 Play e, que de acordo com a informação abandona o seu melhor recurso.

Tudo pelo design

O Moto Z Play era mais grosso e pesado do que o seu irmão mais velho, mas parece que não importava muito, já que possuia um jack de 3,5 mm, uma melhor autonomia, muito melhor, além de manter o desempenho da modularidade. Isto fez com que o Z Play fosse mais popular que o Moto Z e tivesse melhores vendas, já que era também mais económico.

Bem, parece que agora a Motorola quer matar uma das melhores características do Z Play. Sendo que, de acordo com Evan Blass, o novo Moto Z2 Play perderá consideravelmente até chegar a 5,19 milímetros, que em comparação aos 7 milímetros do Z Play original é uma grande mudança. Isto significará uma redução na capacidade da bateria até 3000mAh, passando de 50 para apenas 30 horas de autonomia.

 

moto z2 play

 

Quanto ao resto, tudo permanece na linha que vimos há um ano atrás, sem mudanças consideráveis, pois procura manter a compatibilidade com Moto Mods. As mudanças serão no interior, onde o Z2 Play integrará um Snapdragon 626 com 2.2GHz, uma ligeira mudança entre o Snapdragon 625 com 2.0GHz do seu antecessor. Além de um aumento de até 4GB em RAM e 64GB em armazenamento.

Quanto ao ecrã permanecerá com o painel AMOLED Full HD 5,5 polegadas, enquanto na secção fotográfica teremos a mesma câmara de 5 megapixels na frente, na parte traseira irá baixar a sua resolução de 16 mp f/2.0 para 12 mp f/1.7 com “pixels de autofocagem duplos”, isto para ter uma melhor qualidade de imagem.

Ainda não há confirmação de um evento Motorola ou Lenovo à porta, mas se seguirem a dinâmica do ano anterior, poderemos ter notícias durante o mês de junho.

Deixe o seu comentário...

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *