Como é que a Renault vê a F1 em 10 anos? Motores híbridos, iluminação LED e capacetes transparentes

Dez anos passarão, mas as cores continuarão reconhecíveis, fatos pretos e amarelos marcam a competição na marca Renault, com um design muito diferente, obviamente. O R.S. 2027 da Renault Sport é um conceito que nos diz o futuro da empresa francesa e qual a sua visão da Fórmula 1 a médio prazo.

O que encontramos não é um veículo real, é uma recreação que nos diz mais do que o que parece, para além do design. A primeira coisa que temos de saber é que a Renault pensa que dentro de uma década a propulsão do veículo será híbrida. Isto quer dizer: metade a combustível, metade elétrico.

Veículos elétricos a 100% parecem continuar a ser uma especificidade da Fórmula E, que compete em paralelo com a Fórmula 1, mas em competições diferentes. A tração do veículo seria total, lembramos que atualmente a força do motor vai para as rodas traseiras.

 

Um capacete transparente

f1 futuristica da renault

f1 renault

 

Independentemente dos carros ainda mostrarem as suas rodas no ar e formas relativamente semelhantes, a principal mudança está na estrutura do cockpit. Esta traduz-se numa maior segurança para o piloto, que teria um capacete transparente para lhe permitir ter um campo de visão muito maior.

Continuando com a segurança, a Renault convida a instalar sistemas autónomos de condução que se liguem automaticamente em caso de acidente e em que o condutor não tenha forma de desobstruir a área.

 

Iluminação LED

Outra coisa impressionante é a introdução de iluminação LED, para ver e ser visto, mas também para informar os adeptos com um sistema ativo: na roda poderia ser representada a volta em que o carro está, ou a sua posição.

 

 

Deixe o seu comentário...

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *