Os drones encontraram um novo trabalho: agora são deslumbrantes ecrãs esféricos voadores

Os drones têm vindo a ser desenvolvidos criativamente em áreas relacionadas com o mundo do entretenimento. Já vimos coreografias impressionantes com 100 drones ao ritmo de uma orquestra, 300 drones no espetáculo do intervalo do Super Bowl, a voar sobre o Monte Fuji e até a capturar as maravilhas de um país como o México.

Agora no Japão criaram um drone que muda completamente o seu design e torna-se num ecrã esférico voador . Sim, ao estilo da ficção científica, o gigante das comunicações NTT Docomo desenvolveu um drone que pode ser usado não só na área do entretenimento, mas também como um outdoor voador nas áreas de publicidade e marketing.

 

O primeiro drone esférico com ecrã integrado

O dispositivo consiste num quadricóptero dentro de uma gaiola esférica, dentro também tem um quadro de luz com oito tiras LED que se estendem de cima para baixo sobre o quadro inteiro. Um dos motores do drone está ligado a este quadro, isso faz com que quando o drone seja ligado o quadro gire rapidamente, criando assim uma imagem que dá a ilusão de ser uma esfera de luz.

O diâmetro da estrutura esférica é de 88 centímetros e o peso de todo o dispositivo é apenas 3,4 quilogramas. Além disso, este quadro é capaz de exibir imagens com uma resolução de 144 x 136 pixels. Este drone também possui um mini computador de bordo, que lhe permite programar a imagem que irá exibir no display, pode exibir imagens, animações, texto em movimento, e muito mais.

 

ecrã voador

 

De acordo com a empresa, um dos principais desafios ao fazer este drone com um ecrã esférico foi torná-lo leve, e permitir que o fluxo de ar não afetasse a resistência durante o voo, por isso verificámos que o interior é principalmente oco.

A NTT Docomo planeia comercializar este drone até o final de 2019, com intenções de estreá-lo em espetáculos dos Jogos Olímpicos em 2020 no Japão, onde se acredita que pode ser usado para performances e coreografias em eventos, bem como publicidade ou placas de informação.

 

Deixe o seu comentário...

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *