Por que razão é que os circuitos impressos são normalmente de cor verde?

A grande maioria das placas de circuito impresso que vemos no mercado têm geralmente cor verde característica de todos conhecida: vemo-la no Raspberry Pi, por exemplo, mas também em muitas outras placas.

Porquê a cor verde e não outra? Na verdade, é possível encontrar placas com circuitos impressos em muitas outras cores, mas o verde tornou-se um padrão de facto, sem que ninguém pareça estar claro porquê. No entanto, existem algumas teorias.

Porquê o verde?

Essa cor é a da camada de soldadura que é colocada na parte superior das placas com circuitos integrados, e a ideia é prevenir curto-circuitos e erros de soldadura.

 

circuitos impressos

 

Essa camada é composta de resinas e pigmentos que permitem proteger o circuito impresso de poeira, humidade ou oxidação, mas o que ainda não é claro é por que é que a cor mais frequente entre os fabricantes é verde e não outra. Entre as possíveis explicações verifique as seguintes:

  • Aplicações militares: os primeiros circuitos nos Estados Unidos provavelmente foram destinados a aplicações militares, e um dos requisitos do Exército dos EUA pode ter sido que a cor externa fosse verde;
  • Baixo custo e fácil acesso: o motivo pode ser tão simples como o facto deste tipo de material em cor verde ser o que tinha maior disponibilidade e menor custo, o que ajudou na sua proliferação, assim como se tornou num padrão sem que ninguém o elegesse como tal.
  • A cor verde reduz a fadiga visual: alguns acreditam que a inspeção manual dos circuitos impõe aos trabalhadores um trabalho difícil que acaba por ser muito cansativo para os olhos, algo que poderia ter motivado a decisão de usar o verde para aliviar o cansaço.

Numa das primeiras patentes em placas de circuito impresso em 1980 menciona-se o uso de fotopolímeros sensíveis a UV para camadas de soldadura e, indica que foram utilizados 3g de tinta ou corante, mas a cor não é revelada.

Outras teorias explicam que as camadas de soldadura originais utilizavam uma resina base de cor amarelo torrado que, quando misturada com o material que a endurecia, adquiria uma cor não muito atraente. Isso acabou por fazer com que eles tentassem diferentes pigmentos de tinta até obterem essa cor verde que era muito mais aceitável visualmente.

Deixe o seu comentário...

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *